Conta de luz não terá cobrança extra em abril

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/03/2020 19h31 — em Brasil

Foto: Reprodução

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os consumidores não terão que pagar mais caro na conta de energia do mês de abril, anunciou nesta sexta-feira (27) a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

A bandeira tarifária permanecerá verde no próximo mês, o que significa que há condições favoráveis de geração de energia e que, logo, a tarifa não tem acréscimo.

Este será o terceiro mês consecutivo de bandeira verde. Em março, diz a reguladora, os principais reservatórios de hidrelétricas tiveram recuperação de níveis em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês.

Em abril, apesar de ser o início da transição entre o período úmido e o seco, a previsão é de condições hidrológicas favoráveis nas principais bacias, o que sinaliza continuidade da alta produção das hidrelétricas.

A Aneel diz que considerou as novas previsões de consumo de energia, em face das medidas de combate ao coronavírus, com indicativo de redução da carga de energia em abril e maio.

A perspectiva refletiu na redução do preço de energia no mercado de curto prazo e dos custos relacionados ao risco hidrológico.

SUSPENSÃO DOS CORTES

Na última terça (24), a Aneel também anunciou a suspensão, por 90 dias, da possibilidade de cortes no fornecimento de energia elétrica em caso de inadimplência do consumidor, também em decorrência do coronavírus.

A medida vale para distribuidoras de eletricidade de todo o país e foi tomada depois que alguns estados começaram a levantar a possibilidade de adotar a medida de forma unilateral. Segundo a Aneel, a resolução uniformiza o entendimento sobre o assunto e poderá ser estendida após o fim do prazo inicial.

A agência pediu, porém, que os consumidores que têm condições mantenham os pagamentos, para ajudar a manter o funcionamento de toda a cadeia do setor elétrico e o pagamento do salário dos funcionários das empresas.

A manutenção da energia para os inadimplentes não significa que eles estejam isentos de pagar a conta de luz. Caso não o façam, estarão sujeitos a multa e à negativação do nome.

 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil