Siga o Portal do Holanda

Funcionária acusada injustamente

Ludmilla humilha funcionária após ouvir ser chamada de ‘nojenta’ em boate

Publicado

em

Foto: Reprodução Instagram Foto: Reprodução Instagram
Foto: Reprodução Instagram

Ludmilla se envolveu em uma confusão na última terça-feira (14) em uma boate no Rio de Janeiro.

De acordo com o colunista Leo Dias, a cantora chegou ao local com alguns amigos e causou alvoroço na chegada. Um pessoa que estava na fila perguntou quem era a celebridade chegando e uma outra respondeu: “É a nojenta da Ludmilla”.

Pronto, foi o que bastou para a confusão. Uma das amigas da cantora ouviu o xingamento e associou a declaração a funcionária que estava no caixa. Depois disso o grupo ficou num local reservado, onde teve todas as regalias dadas de graça pela boate.

Na saída, a funkeira - que já havia escutado da amiga que a funcionária seria a responsável pelo xingamento - foi tirar satisfação.

Segundo a publicação, Ludmilla esfregou o celular na cara da funcionária mostrando o termo “nojenta”. A colaboradora, que não tinha a ver com a confusão, acabou chorando devido ao constrangimento.

A assessoria da cantora confirmou a confusão, mas afirmou que Ludmilla não “esfregou” o celular. Apenas mostrou o termo “nojenta” educadamente e pediu mais empatia. "Esclarecemos que Ludmilla não se enganou quanto a autora da ofensa e que a cantora não esfregou o celular na cara da funcionária. Ela apenas mostrou o significado da palavra "nojenta" e reforçou, educadamente, a importância de ter mais empatia e respeito pelas pessoas. Não houve choro ou qualquer tipo de agressão por parte da artista.

Ressaltamos que mesmo que a Ludmilla tenha uma imagem pública, isso não dá a ninguém o direito de agredi-la verbal e moralmente, e que repudiamos qualquer tipo de preconceito, seja qual for. Lamentamos que ainda existam comportamentos assim e esperamos que atitudes como o da Ludmilla façam as pessoas refletirem e mudarem suas posturas e pensamentos em relação ao próximo.".

Já a boate lamentou o ocorrido e reforçou que acredita na idoneidade da funcionária.




Cumplicidade nos linchamentos de presos

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.