Siga o Portal do Holanda

Por quem seremos governados?

Publicado

em

Vamos falar de parcialidade no jornalismo. Necessária às vezes para apontar caminhos ou dizer qual deles é o menos ou mais perigoso e qual deve ser seguido. Nesse aspecto, a parcialidade não é apenas necessária, mas um instrumento de alerta importante para a sociedade. E mais que isso: um exercício de cidadania. 

No momento atual, não se pode apenas observar e noticiar os fatos de uma eleição delicada e perigosa para o Amazonas. Dela poderemos sair caminhando seguros ou pisando em ovos.

Porém, dentro desse aspecto da parcialidade, a pergunta que nos levou a tomar partido nesta eleição é: Por quem seremos governados, afinal, se a candidatura ‘novidade’ vencer o pleito?

VENDENDO IDÉIAS

Já foram apontados esta semana auxiliares que estariam ‘exportando’ suas ideias para governar o Amazonas, e que estão cotados para atuar num eventual governo de "mudança".

Um, o general Franklimberg de Freitas, teve sua exoneração imediata da Funai, pedida por líderes indígenas: “sequer tem perfil administrativo e político correto para gerir a Funai”.

Outro, o economista Paulo Rabello, ex-presidente do BNDES, apontado como dicionário de economês à distância do candidato e que seria o ‘link’ do governo 

Dos quatro, incluindo o candidato, só o vice é amazonense. O que nos leva a outra pergunta: “Não teríamos inteligências nativas no Amazonas para fazer a mudança?”

NEGÃO NO ATAQUE

A poucos dias da corrida às urnas neste segundo turno da eleição estadual, o governador Amazonino Mendes (PDT), em contundente vídeo que circula nas redes sociais, eleva o tom e desnuda o grupo empresarial que apoia Wilson Lima (PSC). Ele cita, entre outros,  Sérgio Bringel, complicado na Operação Cashback, da Polícia Federal.

COVARDIA DE LIMA

A ausência do candidato Wilson Lima (PSC) no debate da Rede Diário foi duramente criticada pelo deputado Sinésio Campos (PT) na Assembleia Legislativa. “Ganhar ou perder faz parte do jogo, mas fugir do debate é covardia”, disse o parlamentar petista.

DEPUTADOS SE AGITAM

O processo sucessório na Assembleia Legislativa já está agitado, independentemente do desfecho da eleição estadual. Ontem, os deputados aprovaram projeto de resolução que aumenta, de oito para.dez, o número dos membros da Mesa Diretora. Belarmino Lins e Dermilson Chagas, pelo PP, e Josué Neto, pelo PSD, estão ativos no jogo de articulações.

VALE GORDO

A Aleam aprovou, ontem, a elevação em 100 reais do Vale-Alimentação dos servidores efetivos e comissionados da Casa. A partir de novembro, o benefício será da ordem de R$ 1.400. Os aposentados também ganharam R$ 100 a mais em seu Vale-Medicamento.

ATRÁS DOS INDECISOS

Na reta final da campanha eleitoral, os candidatos à Presidência correm em busca dos votos dos eleitores indecisos. Jair Bolsonaro (PSL) ataca, principalmente, o Nordeste onde perdeu para Fernando Haddad (PT) no 1º turno. Lá, ele acena com a promessa de pagar um 13º salário aos beneficiários do Bolsa Família.

 

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1MinutoNerd: VINGADORES:Ultimato

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.