Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Homem que comandava quadrilha que atirou no coronel Gonzaga era foragido do sistema prisional

Publicado

em

Por

O foragido da Justiça Renato Nascimento Palhares(foto),  preso por policiais da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública, é o líder do bando responsável pelo assalto no sábado a Panificadora Nossa Senhora da Conceição, que resultou na tentativa de homicídio no qual foi vítima o tenente coronel da PM, Luiz Gonzaga Júnior, internado em estado grave na Unidade Intensiva de Tratamento do Pronto-Socorro Platão Araújo.

Renato, além de liderar o bando, é quem dava toda logística para a realização dos assaltos a mão armada na Zona Norte de Manaus. Ele é o  fornecedor das armas, responsável também pelos veículos usados nos roubos, pela fuga do bando e ainda de conseguir local para ser usado como esconderijo da quadrilha.

O chefe da quadrilha foi quem fez todo o levantamento da panificadora da sogra do oficial da PM, para ser assaltada no sábado. “Ele sabia até horário do fechamento do estabelecimento comercial”, disse ao Portal do Holanda um  policial da Força Tarefa.

Renatonão adentrou na panificadora, três bandidos integrantes da quadrilha, que não daremos os nomes para não atrapalhas o trabalho da polícia, entraram e renderam a todos, inclusiva Luiz Gonzaga e sua esposa Mônica, filha da proprietária.

Na fuga, eles tentaram usar a picape do militar, sem saber soltar o freio de mão, empreenderam fuga no Voyage, prata, dirigido por Renato Palhares, que os aguardava próximo a panificadora.

Luiz Gonzaga correu atrás, e ao tentar pegar sua arma no veículo, foi alvejado com disparos de arma de fogo.
Sítio alugado e menor apreendido

Renato Palhares, que também é chefe de uma quadrilha especializada em roubos a postos de gasolina na Zona Norte, é considerado pela polícia como perigoso. Já foi condenado a 6 anos reclusão, mas foi beneficiado pela Justiça, para cumprir a pena no regime semiaberto. Entretanto, ele  não passou 12 dias no Compaj e sumiu. Foi ele    que  alugou o sítio para o bando.

O sítio usado para esconder a quadrilha, está localizado no ramal São Benedito, no Rio Preto da Eva, onde a polícia apreendeu três veículos, dois Voyage, um preto e um prata e mais um Gol vermelho usada pela quadrilha em assaltos em Manaus.

O bando, depois do assalto a panificadora e ferir a tiros o oficial da PM, no sábado à noite seguiu por uma ramal que dá acesso a estrada Am 010 (Manaus/Itacoatiara) e foi direto para o sítio alugado por Renato.

O adolescente resolveu sair do sítio e ir ao Rio Preto da Eva. A polícia ao perceber o Voyage novo circulando nas ruas do município, abordou e descobriu a restrição de roubo e apreendeu o menor.

Como os policiais não sabiam que ele estava envolvido no assalto, somente no domingo a polícia em Manaus  foi comunicada da apreensão e uma equipe enviada  ao Rio Preto. Homens da  Força Tarefa invadiram o   sítio, onde estavam os veículos usados pela quadrilha. “Como o menor não voltou ao sítio, Renato e os outros integrantes da quadrilha abandonaram o esconderijo”, disse um policial.

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.