Chalub suspeita de "cruzeta", mas diz que nenhum funcionário do tribunal participou do esquema dos alvarás falsos

Por

12/04/2012 15h38 — em Amazonas


 "Uma cruzeta" no presídio. Foi assim que o desembargador Domingos  Chalub, Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, explicou o uso de alvarás falsos que garantiram a liberdade de dois latrocidas no feriado da Semana Santa. Chalub descartou a participação de servidores do Tribunal no esquema.

O desembargador  disse que não existe nenhum funcionário do poder judiciário envolvido na falsificação dos alvarás que colocaram em liberdade Jerry Adriano e Miguel Vicente.

De acordo com Chalub, as assinaturas foram falsificadas de maneira grosseiras e os documentos levados ao presídio em mãos pela mãe de Jerry Adriano.

Chalub não descartou a possibilidade do envolvimento de funcionário do presídio: "pode ter havido uma cruzeta  nesse fato" ,disse o desembargador,acrescentando:

"Já estão falsificando até índio".Chalub revelou que  conversou com o secretário da Casa Civil, Raul Zaidan, e pediu uma reunião com o secretário de Justiça para que junto com o Ministério Público e Corregedoria do Tribunal  possam atuar em conjunto nas investigações para identificar os culpados e puni-los.

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas