Após cirurgia contra câncer de colo uterino paciente dá à luz em Manaus

Por Portal do Holanda

04/03/2020 10h43 — em Amazonas

Cirurgião oncológico da FCecon, Marcelo Henrique dos Santos realizou cirurgia - Foto: Laís Pompeu/FCecon

Manaus/AM - Dois anos depois de passar por cirurgia no colo do útero para tratar câncer, paciente da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) deu à luz um menino em Manaus, em fevereiro de 2020. Este é o primeiro bebê a nascer no Amazonas após uma cirurgia preservadora de fertilidade em paciente com câncer de colo uterino.

A paciente é uma funcionária pública de 33 anos, que preferiu manter anonimato. Ela descobriu, em fevereiro de 2017, uma lesão de alto grau no colo do útero em uma consulta ginecológica de rotina.

Entre consultas e exames ginecológicos mais aprofundados, a paciente foi encaminhada à FCecon em maio de 2017, onde passou pela conização, procedimento realizado para tratar lesões precursoras do câncer de colo uterino. Depois do procedimento, foi descoberto um câncer em fase inicial, um carcinoma (tumor maligno) no colo do útero.

Procedimento tem duas opções

Com o resultado em mãos, o cirurgião oncológico da FCecon, Marcelo Henrique dos Santos, que acompanhou a paciente desde sua entrada na unidade, deu duas opções a ela. A primeira foi a histerectomia radical, que é a cirurgia padrão para o tratamento e consiste na retirada completa do útero, com as margens de segurança, dos ligamentos uterinos e dos gânglios linfáticos ao redor do útero.

A outra opção foi a traquelectomia radical, cirurgia para o tratamento do câncer de colo uterino, com preservação da fertilidade da paciente. Na traquelectomia radical, primeiramente é retirada apenas o segmento do colo uterino acometido pelo câncer, com as devidas margens de segurança. "A diferença é que, ao invés da retirada total, nós preservamos uma pequena porção do colo e o restante do útero, juntamente com as tubas e os ovários", explica o cirurgião Marcelo Henrique.

Num segundo momento, o útero remanescente é novamente implantado na vagina da paciente. Dessa forma, a paciente tem seu ciclo menstrual normal e chances reais de gravidez, diz o médico da FCecon.

Para a funcionária pública, que é mãe de uma menina de 9 anos, a decisão não foi fácil, mas ela optou pela cirurgia que lhe dava chances reais de gravidez. "Confesso que a situação mexeu muito comigo emocionalmente. Eu pretendia ter outro filho, mas sempre fui deixando para depois. Foi um choque imaginar que eu não teria outro filho", conta a funcionária pública, que, após um tempo de indecisão, optou por fazer a cirurgia que preservava seu útero em outubro de 2017.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas