Ex-mulher de DJ Ivis chora e comenta áudio vazado: ‘Querem me pintar de louca'

Por Portal do Holanda

23/07/2021 13h32 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução Instagram

Pamella Holanda, ex-mulher de DJ Ivis, gravou um vídeo chorando para falar sobre as dificuldades que tem enfrentado.

A jovem que denunciou as agressões de Ivis contou que o DJ escreveu uma carta pedindo perdão e comentou sobre o áudio vazado de uma briga do casal.

“Eu sempre soube que algumas coisas que estão sendo veiculadas iam ser usadas contra mim. Era do meu conhecimento. Era uma das razões pelas quais eu tinha medo de me separar do Ivis. Na terça-feira eu recebi uma ligação de um dos advogados dele, um dos que tem mais proximidade dele. Me ligou para ler uma suposta carta que o Ivis tinha escrito para mim. Nessa carta ele tenta apelar para o emocional, fala o quanto tem sido difícil. Falou também um pouco da Mel, mas muito pouco. No final, me pediu perdão”, disse.

 

 

“Eu já sabia que iam fazer isso. Ontem foram misteriosamente vazados áudios de brigas minhas com ele. Eu sempre soube desses áudios, porque ele sempre gravava as nossas brigas. Filmava, produzia. Produzia defesa para ele, porque sabia que estava errado, e que também ia ser descredibilizado. Contra fatos não há argumentos, contra imagens também não. Ele apagou as imagens da última casa em que moramos, mas meus advogados conseguiram recuperar. Tem ele me ameaçando com uma faca, algumas gravações e áudios de ele falando que vai mandar me matar. Que já estava há um ano se planejando para se separar de mim, que não tinha nada no nome dele, nem casa, nem carro e nem nada. Eu sempre soube que a defesa dele ia adotar essa estratégia”, desabafou.

“Querem apelar para isso, apelar para opinião pública. Querem me pintar de louca, desequilibrada. Eu consigo vir aqui com tranquilidade porque não que eu esteja preparada [para enfrentar isso], mas tinha noção de que poderia ser usado contra mim, para me difamar, injuriar, para dizer que sou péssima mãe”, disse.

Pamella disse que teve depressão pós-parto e foi agredida pelo DJ logo após voltar para casa da maternidade. “Era um ambiente hostil. Eu era agredida o tempo inteiro. Não só fisicamente, mas com palavras, falta de respeito. Eu fui agredida inclusive depois que cheguei do hospital, da cirurgia. Depois da complicação que tive no parto”, relatou.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV