Amazonino garante auxílio emergencial de R$ 300 a partir de janeiro

Por Portal do Holanda

19/11/2020 9h13 — em Eleições

Amazonino disse que foi pioneiro no Brasil ao criar o cartão

Manaus/AM - O candidato à Prefeitura de Manaus pelo Podemos, Amazonino Mendes, afirmou nesta quinta-feira (19) que tinha expectativa de ter mais votos na eleição do 1º turno. O candidato também disse que houve forças antagônicas e constrangeras em ação e citou a zona Leste como um desses focos. Ele tratou de temas como saúde, economia, educação, entre outros

Uma das prioridades elencadas por Amazonino Mendes é instituir, a partir de janeiro, um auxílio emergencial para famílias carentes no mesmo valor atualmente pago pelo Governo Federal, de R$ 300.

Amazonino, sem citar nome, disse que seu adversário, em quatro meses como governador interino, conseguiu ser condenado pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) e criticou o caso do superfaturamento de cirurgias no Hospital Delphina Aziz, quando seu atual adversário no 2º turno era governador. Ele disse, em contraponto, que, em 12 anos de governo nunca teve qualquer problema com a Polícia Federal ou com o TCE.

"Sou decano no processo político. É minha obrigação enfrentar isso. Se não for eu, quem será?" disse Amazonino Mendes, ao criticar seu adversário por esconder o apoio do governo estadual, entre outros, na atual disputa eleitoral.

O candidato do Podemos também confirmou sua participação em dois debates: o do SBT e da Rede Amazônica, além de dizer que não está se escondendo, mas não vai ao debate da Band porque já tinha compromisso marcado anterior à data do debate, nesta quinta-feira (19).

A entrevista foi concedida à Rede Tiradentes.