Siga o Portal do Holanda

Onda de protestos continua

China pede aos Estados Unidos que deixem de interferir em Hong Kong

Publicado

em

Enquanto tramita no Congresso americano um projeto de lei de apoio a direitos humanos e à democracia em Hong Kong, a China recomendou aos Estados Unidos que ajam com cautela e disse que a matéria coloca em risco as relações bilaterais.

Congressistas americanos afirmaram que o objetivo do projeto de lei é assegurar a autonomia de Hong Kong, em conformidade com o princípio de “Um País e Dois istemas”, do governo chinês.

Se entrar em vigor, o projeto dará ao governo dos Estados Unidos a capacidade de impor sanções a autoridades chinesas que sejam consideradas responsáveis por minar liberdades básicas no território Hong Kong.

Para entrar em vigor, o projeto de lei, que foi aprovado no mês passado por unanimidade na Câmara, precisa passar agora pelo Senado e ser sancionado pelo presidente americano, Donald Trump.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, afirmou que os Estados Unidos deveriam cessar imediatamente a tramitação da matéria e parar de apoiar “a atuação ilegal dos desordeiros de Hong Kong”.

Além disso, ele pediu que os Estados Unidos deixem de usar a questão do território semiautônomo como recurso para interferir em assuntos internos da China.

O projeto de lei segue em tramitação em um momento no qual os dois países procuram resolver a disputa comercial que vem afetando mercados globais.

Servidores do Amazonas reagem a 'mordida' de salários pelo governo

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.