Ex-namorado confessa ter esfaqueado Kimberly, miss Manicoré

Por Portal do Holanda

19/03/2021 13h48 — em Caso da Miss Manicoré

Foto: Reprodução

Ao ser transferido para Manaus, o técnico judiciário Rafael Fernandez Rodrigues, 31, prestou depoimento na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), quando deu mais detalhes sobre o dia em que sua namorada, a miss Manicoré Kimberly Mota foi morta.

Para a polícia, Rafael contou que após esfaquear Kimberly, ligou para o seu pai em São Paulo e disse: "Fiz uma merda e acabei com a minha vida, matei a Kimberly".

Ao ser encorajado a se entregar, contestou: "não posso ficar aqui, preciso ir pra algum lugar, não posso ficar, eu vou para São Paulo, eu vou pra longe. Preciso encontrar Deus. Eu vou pra Venezuela. O Brasil acabou pra mim. Acabei com a minha vida, com meu diploma". 

Ao contar detalhes da prisão, o delegado disse que na primeira tentativa foram a um local indicado, mas ele não estava. Depois, o acusado recebeu ajuda de venezuelanos e conseguiu fugir novamente. “À noite, por volta de 1h da madrugada conseguimos obter sucesso na prisão. Onde ele estava em uma cabana em Pacaraima", disse.

O delegado destacou, que Rafael tentou por três vezes entrar na Venezuela sem sucesso. A primeira segundo ele, o mesmo foi impedido pelo exército, a segunda pela Força nacional e na última tentativa, obteve ajuda de venezuelanos, mas não conseguiu passar novamente pela Força Nacional.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.