Siga o Portal do Holanda
É preciso parar a rede de milícia que fomenta o ódio e divide o País

É preciso parar a rede de milícia que fomenta o ódio e divide o País

Publicado

em

Alunos fazendo saudação nazista para um colega em uma escola de Recife talvez não assuste tanto quanto os índices de violência e os ‘possíveis’ envolvimentos do crime organizado com agentes dos poderes públicos. Mas é sintoma de grave doença no tecido social.

Uma doença que se alastra com a ascensão de políticos extremistas ao comando do país, e da sequência de adeptos ‘oportunistas’ que se engajam dia a dia a essa ideologia sombria e perigosa.

Sombria porque incita o preconceito e a violência contra as minorias, os diferentes, os fracos e até mesmo aos poderes constituídos, afrontando todo o modo de vida do país e de seu povo.

Perigosa porque tem como porta-voz o dirigente maior da Nação, que além do espaço generoso das mídias, dispõm de uma rede de milícias fomentando ódio em suas redes sociais.

Historicamente, os 75 anos da derrocada do nazismo é um tempo ínfimo, para que qualquer povo deixe rebrotar na juventude esse sentimento de ‘superioridade’ que predispõe à loucura.

A atitude do presidente de denegrir a imprensa, acusando jornalistas de mentir sobre o que ele diz, mostra que o país já vive o clima de pré-nazismo que abriu comportas ao terror de Hitler.


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.