Compartilhe este texto

Cerca de 2,4 mil aprovados no Sisu são afetados pela suspensão de matrículas na Ufam

Por Portal Do Holanda

28/02/2024 16h59 — em
Amazonas


Foto: Divulgação

Manaus/AM - A suspensão de matrículas na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) afetou cerca de 2,4 mil aprovados por meio do Sistema de Seleção Unificado (Sisu). A medida ocorre após decisão judicial da 3ª Vara Federal Cível da Justiça Federal, que negou o bônus regional de 20% na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aos estudantes de escolas públicas do Estado.

O Pró-reitor de Ensino e Graduação da Ufam, professor David Lopes Neto, se manifestou contra a decisão da justiça. "Venho manifestar a minha e nossa indignação diante das decisões contrárias à bonificação estadual para os estudantes secundaristas do estado do Amazonas a qual causou diretamente prejuízo a mais de 5 mil candidatos e, principalmente, àqueles que concorriam as mais de 2,4 mil vagas da nossa Universidade Federal do Amazonas. Estamos lutando e vamos lutar até o final", disse ele nas redes sociais.

A suspensão do bônus atende a uma ação movida por Caio Augustus Camargos Ferreira, do Distrito Federal, que disputou uma das vagas de Medicina na Ufam. No processo, ele alegou que o bônus regional “prejudica o ingresso de estudantes de outras Unidades da Federação, deixando mais longe o acesso ao curso desejado”.

A juíza Marília Gurgel Rocha de Paiva e Sales, da Justiça Federal do Amazonas, atendeu ao pedido de Caio Augustus e suspendeu a bonificação, em janeiro deste ano. A Ufam recorreu da decisão, mas o desembargador Alexandre Machado Vasconcelos, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), rejeitou, nesta segunda-feira (26), o recurso e alegou que a bonificação "afronta à Constituição Federal".

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas