Siga o Portal do Holanda

Saúde e Bem-estar

Alimentos que causam gases e incham a barriga logo após a ingestão

Publicado

em

Foto: Reprodução

Ter gases em excesso é muito desconfortável e causa dores intensas, além de inchaço, cólicas e até desconforto estomacal. A nutróloga Anna Virginia Pinto, contou para o VIX.com que a grande causa desse problema está na alimentação. As dietas ricas em carboidratos tendem a levar o organismo a produzir muito mais gases.

A especialista fez uma lista para a publicação, dos alimentos que aumentam a produção de gases no nosso corpo; confira.

Feijões e tubérculos

Entram nessa categoria a batata-doce e rabanete, por exemplo. São alimentos muito bons para a saúde e que, por isso, não devem ser evitados, mas sim consumidos em menor quantidade por serem ricos em fibras e aminoácidos com grande poder de fermentação.

Vegetais

Seriam eles: brócolis, couve-flor, repolho, couve de bruxelas, cebola, cogumelos, alcachofras e aspargos. Da mesma forma que os feijões e tubérculos, alguns vegetais são muito ricos em fibras e aminoácidos e consumidos em grande quantidade causam muita fermentação. O ideal é consumir uma quantidade equilibrada, sem cortar da dieta.

Frutas e sucos

Entram na lista: pera, maçã, pêssegos. Por carregarem uma dose super concentrada de açúcar, elas também aumentam a ação bactérias que naturalmente vivem no cólon. São elas as responsáveis pelo trabalho de fermentação do açúcar e da fibra que não foi digerida no intestino delgado, ação que acaba produzindo gases.

Toda vez que você optar por lanchar frutas doces, como as desidratadas, certifique-se de consumir quantidade de água extra para manter os intestinos em movimento e ajudar a eliminar o inchaço.

Grãos integrais

Todos os alimento provenientes dos açúcares e outros subprodutos da fermentação, como a cerveja e o pão, podem favorecer a produção de gases. Quando se consome alimentos muito açucarados, as bactérias da flora intestinal tendem a produzir muitos gases como resultado da fermentação do açúcar.

Refrigerantes

A principal razão do consumo de refrigerante provocar gases está no fato dele conter uma grande quantidade de gás carbônico em sua composição. Assim, quando ingerimos a bebida, o organismo imediatamente inicia um trabalho para tentar eliminar esse composto químico. A frutose presente nos refrigerantes também favorece a formação de gases – pois quando digerida pelas bactérias do intestino forma-se uma grande quantidade de gás.

Leite e derivados

A reação de sensibilidade ocorre quando o seu corpo sente dificuldade para digerir a lactose, o açúcar encontrado na maioria dos produtos à base de leite. Os sintomas da intolerância à lactose, por exemplo, incluem diarreia, cólicas e flatulência, mas nem todas as pessoas têm quadros tão agudos. Se você costuma apresentar sensação de abdômen inchado até duas horas após a ingestão de laticínios, a intolerância à lactose pode ser a causa.

Produtos à base de polióis (maltitol, sorbitol, xilitol)

Alguns substitutos do açúcar, como sorbitol, manitol, o xilitol ou lacitol, são fermentados pelas bactérias no intestino. Esse álcool causa muitos gases no estômago e, consequentemente, inchaço.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Inchaço, desconforto, cólicas e até constrangimento social... a produção excessiva de gases realmente afeta a qualidade de vida de qualquer mortal e, em alguns casos, impede até a realização de atividades rotineiras, como se exercitar. Um dos culpados pode ser a sua alimentação. Dietas ricas em carboidratos tendem a produzir mais gases do que gorduras e proteínas e essa reação aos alimentos é bastante particular, variando de paciente para paciente: tudo depende da forma como você digere carboidratos e da sua microbiota intestinal. Alimentos que podem aumentar a produção de gases: - Feijões tubérculos (batata-doce, rabanete) - Alguns vegetais (brócolis, couve-flor, repolho, couve de bruxelas, cebola, cogumelos, alcachofras, aspargos) - Algumas frutas (pêra, maçã, pêssegos) - Grãos integrais - Refrigerantes e sucos de frutas (em especial maçã e pêra) - Outras bebidas que contenham xarope de milho rico em frutose (industrializados, geralmente) - Leite e derivados - Produtos à base de polióis (maltitol, sorbitol, xilitol) - Muitas fibras e pouca ingestão de água (mínimo de 2L/dia, principalmente quando sentir desconforto abdominal, pois a água ativa os movimentos peristálticos, ajudando na liberação dos gases). - Outras possíveis causas: - Engolir mais ar ao respirar, comer, beber, falar mais do que o normal, hábitos como mascar chicletes, fumar, colocar objetos na boca (canetas e até as mãos), próteses dentárias mal adaptadas etc; - Doença celíaca, intolerância à lactose, gastroenterite, giardíase, indigestão, prisão de ventre, Síndrome do Intestino Irritável; - Reações adversas de medicamentos como anti-inflamatórios não esteróides (como o ibuprofeno), estatinas, laxantes, antifúngicos... - Stress, ansiedade, transtornos de humor... Consulte profissionais de confiança e atualizados para encontrar a sua resposta e a melhor abordagem para você! Colaboração da nossa Nutróloga @draannavirginia #nutrição #nutriçãofuncional #saúde #alimentacaosaudavel

Uma publicação compartilhada por Clínica Patricia Davidson (@patriciadavidson.nutri) em

PF aplica 'remédio' em Bolsonaro

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.