Advogado de Queiroz já defendeu miliciano Adriano de Nóbrega

Por Portal do Holanda

18/06/2020 14h48 — em Brasil

Foto: Reprodução / Globo News

O ex-assessor e ex-motorista de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, foi preso nesta quinta-feira (18), em uma casa em Atibaia no Interior de São Paulo, que pertence ao advogado Frederick Wassef, representante da família Bolsonaro.

De acordo com o grupo Globo, a defesa de Queiroz é feita pelo advogado Paulo Emílio Carta Preta, que também era advogado do miliciano e ex-PM Adriano Magalhães de Nóbrega, morto em confronto com a polícia em fevereiro na Bahia. Adriano de Nóbrega era suspeito

Adriano de Nóbrega era apontado pela polícia da Bahia como suspeito no caso Marielle, como um dos líderes do grupo de matadores de aluguel do qual supostamente fazia parte o ex-PM Ronnie Lessa, acusado de matar Marielle Franco. O miliciano também tinha o nome ligado no esquema de “rachadinha”, do senador Flávio Bolsonaro.