Operação Estocolmo: 60 mandados contra envolvidos com prostituição infantil

Por

23/11/2012 8h18 — em Amazonas

As Polícias Civil e Federal  desencadearam na manhã desta sexta-feira a “Operação Estocolmo”, com objetivo de combater a exploração sexual infantil. Cerca de 200  policiais civis e militares cumpriram 60  mandados de prisão, busca e apreensão expedidos pelo juiz Julião Lemos. 

Os nomes dos envolvidos não foram revelados porque o processo que resultou na operação esta manhã corre em segredo de justiça. Os presos foram  encaminhados para a sede da Seccional Sul, localizada na Colônia Oliveira Machado, na Zona Sul de Manaus.

Ao todo dezenas de materiais eletrônicos, entre  computadores, notebooks, tablets, pen drives, além milhares de dvd’s, cd’s, e cartões de memória foram apreendidos e serão analisados pela perícia da Polícia Civil, nos próximos trinta dias, em busca de mais evidências que possam robustecer o caso.

Para o Delegado Geral Josué Rocha, “a operação representa a preocupação da Polícia Civil em coibir o avanço dessas redes de exploração sexual existentes no estado, visto que crimes deste tipo representam uma mancha para a nossa sociedade”.

+ Amazonas