Mauro Antony quer que ex-defensor explique por que o chamou de "mau caráter"

Por

04/06/2012 9h19 — em Amazonas

O vazamento do áudio de uma reunião realizada em dezembro do ano passado do ex-defensor público geral, Tibiriçá Valério de Holanda, com estagiários do órgão, onde  teria chamado o juiz Mauro Antony  de “mau caráter”, resultou em uma ação de crime contra a honra.

Mauro Antony ingressou com ação na 6ª Vara Criminal, afirmando que em dezembro do ano passado em uma reunião com mais de 120 estagiários da Defensoria Público, Tibiriçá  disse que o magistrado, responsável pelas investigações da suposta  fraude no concurso do órgão, era “mau caráter”.

Na ação o juiz pede que Tibiriçá  explique de maneira objetiva, sem perífrases, entrelinhas, insinuações o teor das alegações em seu discurso aos estagiários da Defensoria Pública e que confirme ou não o que disse.

Na sua defesa, Tibiriçá Holanda alega dubiedade ou ambiguidade e diz que a 6ª Vara Criminalnão tem competência para julgar o feito devido a prerrogativa de função e pede que os autos sejam encaminhados ao Tribunal de Justiça do Amazonas.

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas