"Concurseiros bandidos acabam virando juizes no Amazonas", adverte Chalub

Por

14/03/2012 2h07 — em Amazonas

O desembargador Domingos Chalub surpreendeu, ao dizer que alguns "concurseiros bandidos" deixam sua terra e vem para o Amazonas , onde se tornam juizes. "Existem colegas que são verdadeiros bandidos",  disse ele.

Manaus - A discussão dos critérios do próximo concurso público do Tribunal de Justiça do Amazonas, para preenchimento de 31 vagas de juizes,  foi marcada nesta terça-feira pela declaração do desembargador Domingos Jorge Chalub de que  "existem colegas que são verdadeiros bandidos. Largam lá (se referindo a advogados concurseiros) e vem para a magistratura".
 
A declaração foi feita quando a desembargadora Carla Reis  listava algumas sugestões para o edital do concurso, uma delas a de que os candidatos comprovem não terem sido indiciados criminalmente. Ela foi interrompida pelo desembargador Wilson Barroso, que perguntou se era a aplicação da lei da "ficha limpa" no Tribunal.
 
Na sessão, os desembargadores  também discutiram a respeito das vagas para concurso de notório e registrador e para   servidores da  capital, que é de 200 vagas, as outras 200 são para os moradores do interior do estado, que já está em andamento.

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas