Siga o Portal do Holanda

Tecnologia

Congresso de inovação e tecnologia para Justiça tem participação do TJAM

Publicado

em

O presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Wellington Araújo, participa, em Brasília, do Congresso de Inovação, Tecnologia e Direito para Ecossistema de Justiça (Expojud), evento que tem por objetivo promover debates sobre inovação, tecnologia e empreendedorismo dentro do sistema judicial. Nos dois dias do congresso, que começou na quarta-feira, 12, e terminou nesta quinta (13), autoridades da justiça, especialistas de mercado, representantes da academia e profissionais da indústria criativa debatem resultados de estudos e compartilham experiências com ênfase nos processos de transformação da chamada Era Exponencial.

“É um evento de extrema importância, com um painel variadíssimo de palestras e exposições que nos permitem ter a dimensão dos efeitos e da potencialidade das tecnologias emergentes, as quais podem estar a serviço da melhoria da prestação jurisdicional, da produtividade e da eficiência no sistema judiciário como um todo. Aqui estão representados todos os tribunais, inclusive as cortes superiores, bem como as empresas da área de tecnologia voltadas para a atuação judicial. Realmente um evento muito proveitoso”, afirmou o desembargador Wellington.

No seu estande, o TJAM aborda quatro temas, dois deles relacionados à parceria com a Softplan (visando ao uso de robôs para interação com o BacenJud e da inteligência artificial para buscar, dentro do acervo processual, os temas candidatos à vinculação de precedentes) e os outros dois, relativos a iniciativas próprias do Tribunal: o teletrabalho e a implantação do processo digital nas comarcas do interior do Amazonas.

Serviço remoto no TJAM

Thiago Facundo, diretor da Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicação (DVTIC) do TJAM, observa que, no caso do teletrabalho, as inovações tecnológicas adotadas pelo Tribunal têm contribuído para o êxito do programa, que permite a atuação remota de servidores nele inseridos. "Temos um acervo completamente virtual, o que é fundamental para a efetivação do teletrabalho.

O TJAM foi um dos primeiros a implantar o processo digital no País - na capital, desde 2006 e, no interior, por suas características de logística, a partir de 2013. "Então, aqui no evento, buscamos dar um panorama de tudo que tem sido alcançado pelo Tribunal em termos tecnológicos, considerando as particularidades do nosso Estado, bem como os desafios que têm sido enfrentados e superados, tanto que, no ano passado, fechamos o exercício batendo todas as Metas do CNJ", afirmou Facundo.

É possível 'queimar a rosca sem sentir dor’ ? Carlos Bolsonaro diz que sim

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.