Marcelo Rezende fala sobre 'plano da Globo' para detonar Edir Macedo

Por Portal do Holanda

16/11/2014 14h54 — em Famosos & TV

 

Marcelo Rezende resolveu soltar o verbo sobre um suposto plano da TV Globo para detonar o bispo da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da  Record, Edir Macedo, durante  durante o 'Domingo Show', de Geraldo Luís, na tarde deste dia 16.

O jornalista revelou "Antes mesmo de conhecê-lo pessoalmente, eu já o conhecia. O bispo Macedo começa a vida dele bem perto de onde eu nasci. Em maio de 1992, eu vinha caminhando com um amigo delegado da Polícia Federal, e vi um carro bonito estacionado na porta da delegacia. Um tira me disse 'é um tal de bispo Macedo'. Pensei 'esse cara não sabe quem ele é'", contou.

E continuou  "Nessa época eu tive uma reunião na Globo. Era uma reunião para sentar o pau no bispo Edir Macedo, na igreja. Era para fazer uma reportagem no 'Globo Repórter'. Todos estavam esperando para ver o que eu diria. Eu falei 'vocês vão cometer dois erros: o primeiro, é que vocês vão bater na fé das pessoas, vão agredir todas essas pessoas; a segunda coisa é uma reflexão: um homem mente para uma, duas, três, pessoas, mas será que é possível mentir para 200 países?", discursou o apresentador do "Cidade Alerta".

Marcelo trabalhou na TV Globo durante vários anos, e no início dos anos 2000 saiu da emissora, foipara a Rede TV!, passou pela Band e chegou à Record. "Eu passei um aperto em 2008 quando eu provoquei várias situações e perdi o emprego. Foi difícil reconquistá-lo e voltei para a Record".

Ele contou ainda que trabalhou com grandes empresários como Roberto Marinho (1904-2003), fundador da Globo, e Roberto Civita (1936-3013), da Editora Abril, mas nenhum deles foi tão gentil ao escrever uma carta, como Edir Macedo, em seu dia de aniversário.