Demissões: artistas e apresentadores que saíram da Globo em 2020

Demissões: artistas e apresentadores que saíram da Globo em 2020

Por Estadão Conteúdo / Portal do Holanda

02/07/2020 21h47 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução

A Globo tem passado por diversas mudanças em seu elenco de artistas, apresentadores e jornalistas.

Diversos não tiveram contrato renovado ou pediram demissão da emissora ao longo de 2020 - assim como já vinha ocorrendo no ano passado. Relembre alguns.

Zeca Camargo

A não renovação do contrato de Zeca Camargo foi anunciada em 27 de maio. Ele vinha fazendo parte do elenco do É de Casa, nas manhãs de sábado, e chamou atenção no passado principalmente por seu trabalho no Fantástico e No Limite.

Regina Duarte

Regina Duarte teve sua saída oficializada pela Globo após aceitar convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir a Secretaria Especial da Cultura.

José Loreto

Em 1º de julho de 2020, a emissora confirmou a não renovação do contrato de José Loreto. Seu trabalho mais recente foi na novela O Sétimo Guardião, que chegou ao fim em maio de 2019.

Renato Aragão

Após 44 anos, o eterno 'Didi Mocó' deixou a Globo. "É uma sensação de liberdade", afirmou Renato Aragão sobre o momento (clique aqui para ler mais).

Malvino Salvador

Em janeiro, o canal confirmou a não renovação do contrato de Malvino Salvador, que também passaria a trabalhar "por obra". Ele esteve no elenco de A Dona do Pedaço.

Miguel Falabella

"Meu contrato acabou [o vínculo vai até setembro], avisaram com antecedência que não iam renovar, mas foram super elegantes, não teve estresse", afirmou Miguel Falabella ao Estadão. Clique aqui para ler mais e relembrar sua carreira. 

José de Abreu

Em uma live realizada em 3 de junho, o ator José de Abreu anunciou que desfez seu contrato "de maneira extremamente boa para os dois lados", com a ideia de "tentar uma carreira internacional". Leia mais aqui.

Em diversos casos, o término do contrato não impede que os artistas voltem a trabalhar em produções da emissora, mas retira custos fixos e a questão da exclusividade.

"Temos evoluído nos nossos modelos de gestão, de criação, de produção, de desenvolvimento de negócios e também de gestão de talentos", informa a emissora em suas notas oficiais.

"Assim, em sintonia com as transformações pelas quais passa nosso mercado, a Globo vem adotando novas dinâmicas de parceria com seus talentos", completa.

+ Famosos & TV