Siga o Portal do Holanda

Mundo

Herdeiro da Samsung será indiciado por escândalo de corrupção

Publicado

em

Promotores públicos anunciaram na Coreia do Sul que vão indiciar ainda hoje Lee Jae-yong, herdeiro do grupo Samsung, por corrupção e outros crimes, dando início a um processo que poderá colocar o executivo atrás das grades por vários anos.

Lee, vice-presidente do conselho de administração da Samsung Electronics, foi preso no último dia 17, mas ainda não havia sofrido acusações formais.

Lee, de 48 anos, é suspeito de pagamento de propinas, desvio de recursos, perjúrio, e de ocultação de ativos no exterior e de lucros obtidos a partir de atos criminosos. Quatro outros executivos da Samsung enfrentam acusações similares.

O herdeiro da Samsung está no centro da investigação sobre o escândalo que abalou o cenário político e setor empresarial da Coreia do Sul e levou ao impeachment da presidente Park Geun-hye. O Tribunal Constitucional do país deverá decidir sobre o afastamento definitivo de Park nas próximas semanas.

Lee estaria envolvido no pagamento de cerca de US$ 37 milhões feito pela Samsung a entidades supostamente controladas por uma amiga de Park. Segundo promotores, o dinheiro foi repassado para garantir o apoio do governo a uma polêmica fusão de duas afiliadas da Samsung que consolidaria o controle de Lee na Samsung Electronics, maior fabricante mundial de smartphones.

Lee, Park e sua amiga, Choi Soon-sil, negam as acusações. Já a Samsung admite os pagamentos, mas nega que tivessem motivação política. Fonte: Dow Jones Newswires.

 

O corpo de Alice, a garota assassinada em Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1MinutoNerd: Star Trek Vs. Star Wars


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.