Compartilhe este texto

'Não dá para substituir Fernanda Montenegro', diz Taís Araújo, em 'O Auto da Compadecida 2', na CCXP

Por Folha de São Paulo

02/12/2023 20h00 — em
Arte e Cultura



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Selton Mello e Matheus Nachtergaele animaram o palco Thunder da CCXP 2023, um dos maiores eventos da cultura geek e do cinema do mundo, neste sábado (2). Não é surpresa para o público brasileiro que "O Auto da Compadecida 2" seria uma das atrações mais exaltadas do evento, mesmo que sua estreia esteja prevista só para o fim de 2024.

20 anos após o primeiro filme, os atores continuam considerando João Grilo e Chicó como lendas vivas e convivem com referências a todo momento. "Eu não posso mais falar 'não sei'. Sempre vem alguém completar a frase", disse Selton. Matheus contou que sempre alguém lhe pergunta "onde está o seu amigo"?

Diferente da primeira versão, baseada na obra de Ariano Suassuna, o novo longa tem roteiro completamente novo e "totalmente respeitoso" ao escritor, segundo Selton. Os atores contaram um pouco da história, que envolve alienígenas, o encontro de antigos amigos e Nossa Senhora. Essa, antes Fernanda Montenegro e, agora, Taís Araújo, também chegou ao palco para apresentar o novo longa.

Taís falou sobre sua Nossa Senhora negra e a inspiração na personagem original: "Eu conversei com a dona Fernanda. Ela é sempre muito querida. Nos encontramos por acaso e conversamos sobre as múltiplas representações de Nossa Senhora". "Não dá para substituir a Fernanda. Estamos fazendo uma nova representação", disse ela.

A atriz falou sobre a importância da representatividade negra na santa, e não só nas favelas: "Não queremos nos ver representados de uma única maneira. Isso nos coloca num lugar sem subjetividade. A gente não quer ver o preto só morrendo na favela". "Não somos uma mazela. Somos a riqueza desse país", disse Thaís Araújo.

Os atores falaram sobre o grande investimento visual do filme, que o coloca "nos novos padrões tecnológicos". "A produção é gigante e nunca foi visto algo assim no cinema nacional", disse Mateus.

O primeiro teaser foi, então, exibido ao público. As imagens de Chicó, João Grilo e dos personagens do sertão nordestino foram aplaudidas de pé pelo público. As filmagens de Nossa Senhora foram mostradas separadamente.

"Quando vi Taís de Nossa Senhora pensei: 'é a coisa mais bonita que já vi na vida'" foi a impressão de Matheus Nachtergaele e talvez de grande parte dos expectadores, já que, pela visão do palco, os atores falaram: "a galera está com lágrimas nos olhos". Eles também ficaram emocionados com a recriação do clássico do cinema nacional.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Arte e Cultura

+ Arte e Cultura