Siga o Portal do Holanda

Mundo

Otan e Trump dizem que Irã 'nunca' terá arma nuclear

Publicado

em

Procuradores terão que optar entre as maçãs e a vovozinha


O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou nesta segunda-feira (6) que o Irã "nunca deve obter uma arma nuclear". Ele declarou, ainda, que as missões de treinamento feitas pela Otan no Iraque estão suspensas.

"Nós pedimos comportamento responsável e comedimento", declarou Stoltenberg, que disse que o Irã deve se abster de mais violência.

Segundo um site de notícias do Globo, embaixadores da Otan - aliança militar formada por 29 países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, França e Alemanha - fizeram uma reunião extraordinária nesta segunda-feira para tratar da crise entre EUA e Irã.

A declaração de Stoltenberg sobre as armas nucleares iranianas ecoa a fala do presidente americano, Donald Trump, de que o Irã "nunca terá uma arma nuclear".

O programa nuclear do Irã - e seu potencial armamento nuclear - voltaram ao centro das discussões depois que o país anunciou, no domingo (5), que o nível de enriquecimento de urânio no país não terá mais limites.

O país havia concordado em limitar esse enriquecimento com um acordo nuclear firmado em 2015, mas decidiu não respeitar mais essa restrição por causa da morte, na quinta-feira passada (2), do general iraniano Qassem Soleimani. Ele foi morto em um ataque aéreo feito pelos Estados Unidos em Bagdá, no Iraque.

A morte de Soleimani intensificou a crise entre Estados Unidos e Irã: desde então, líderes dos dois países trocaram ameaças, o Parlamento do Iraque votou pela saída das tropas americanas do território iraquiano e houve, ainda, ameaças feitas pelo Irã a Israel, além de quedas de foguetes em regiões do Iraque.

Secretário da ONU faz alerta

O secretário-geral da ONU, António Guterres, fez um alerta nesta segunda-feira (6) de que "tensões geopolíticas estão em seu nível mais alto neste século", e pediu a líderes mundiais que exerçam o máximo de comedimento e reiniciem o diálogo.

Sem nomear países, Gutérres declarou à imprensa que "esse caldeirão de tensões está levando cada vez mais países a tomarem decisões imprevisíveis com consequências imprevisíveis e um risco profundo de erro de cálculo".

 

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.