Siga o Portal do Holanda

Famosos & TV

Desesperada, Taylor Swift expõe ex-empresário: 'não sei mais o que fazer'

Publicado

em

Foto: Valheria Rocha Foto: Valheria Rocha
Foto: Valheria Rocha

 Taylor Swift usou suas redes sociais nesta quinta-feira (14), para mais uma vez denunciar o seu ex-empresário Scooter Braun, fazendo acusações ainda mais graves e expondo até ameaças profissionais.  "Não sei mais o que fazer", escreveu ela no Twitter ao compartilhar o texto. Leia na íntegra a tradução do texto escrito por Taylor abaixo:

A cantora já havia desabafado sobre a briga com Braun por conta dos direitos que ele detém de toda a sua discografia até "Reputation", seu penúltimo álbum. Todo o trabalho da artista, exceto pelo mais recente disco, "Lover", foi gravado sob o selo da gravadora Big Machine Records.

Dessa vez, Taylor disse que está sendo proibida de cantar praticamente todas as suas canções de álbuns anteriores onde a performance seja gravada, até novembro de 2020. Os empresários alegam que isso consistiria em regravar as canções antes da data em que ela é permitida pelo contrato.

No próximo 24 de novembro, Taylor pretendia cantar os seus maiores hits no American Music Awards 2019, onde deve ser homenageada como Artista da Década, mas segundo ela, vem sendo barrada por Scott Borchetta e Scooter Braun. 

Taylor também revelou que a Netflix vem gravando a sua vida há anos no intuito de realizar um documentário da estrela, mas o projeto pode não acontecer porque os empresários tentam impedir a cantora de usar a maioria de suas músicas em qualquer filmagem. 

Taylor finaliza dizendo que todas as suas performances até novembro de 2020 são incertas até que a situação se resolva, e disse que não sabe mais o que fazer acerca do caso.

A menina que o tráfico matou

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.