Reino Unido, França e Alemanha cobram sauditas por fatos sobre explicação para morte de jornalista

Por Agencia O Globo / Portal do Holanda

21/10/2018 13h26 — em Mundo

LONDRES - A Arábia Saudita precisa fornecer fatos para que sua explicação sobre o que aconteceu ao jornalista saudita Jamal Khashoggi possa ser considerada como crível, afirmaram os governos da Inglaterra, França e Alemanha em comunicado conjunto divulgado neste domingo.

Depois de negar por duas semanas qualquer envolvimento sobre o desaparecimento de Khashoggi, a Arábia Saudita disse no sábado que o jornalista morreu em uma luta no consulado do país. Uma hora depois, outra autoridade saudita atribuiu a morte do jornalista a estrangulamento.

“Nada pode justificar este assassinato e nós o condenamos nos mais fortes termos possíveis”, afirmaram os três governos europeus no comunicado.

“Há ainda urgente necessidade de explicação sobre o que exatamente aconteceu...além da hipótese que foi levantada até agora na investigação saudita, que precisa ser apoiada em fatos para ser considerada crível.”

Os países europeus ressaltaram que mais esforços são necessários e esperados para se estabelecer a verdade e assegurar a apropriada responsabilização por qualquer crime cometido.

'ERRO SÉRIO ENORME'

Já o ministro saudita de Relações Exteriores, Adel al-Jubeir, afirmou, também neste domingo, que o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi dentro do consulado do país em Istambul foi um “erro sério enorme” e prometeu à família da vítima que os responsáveis serão punidos.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo