Vitima de explosão em Itacoatiara teve 95% do corpo queimado. Marinha abre inquérito

Por

07/06/2014 15h40 — em Amazonas

Vitima de explosão no AM teve 95% do corpo queimado

Os sobreviventes da explosão da balsa Leão de Judá, na orla de Itacoatiara (Leia a AQUI ) continuam internados no Pronto-Socorro 298 de Agosto, que expediu boletim médico na tarde deste sábado. Leia a abaixo:



Veja nota da Marinha do Brasil 

NOTA À IMPRENSA


Manaus, em 07 de junho de 2014.

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), comunica que chegou ao conhecimento da Agência Fluvial de Itacoatiara subordinada à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC), o acidente ocorrido na noite desta sexta-feira, 06, com um caminhão de transporte de combustível e a  embarcação Leão de Judá no bairro Colônia, município de Itacoatiara, no Amazonas.

De acordo com relatos, o caminhão de transporte de combustível estava realizando transferência de gasolina para a embarcação, tipo charuto, denominada Leão de Judá, quando a mangueira da embarcação desconectou do mangote da mesma, ocasionando o derramamento de combustível no convés da embarcação.

Ainda, segundo relatos, os tripulantes deram partida no motor da embarcação, com a finalidade de aproximá-la para reconectar a mangueira, o que causou  uma  grande explosão.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas, juntamente  com o apoio das empresas Hermasa e Terminais Fluviais do Brasil (Equador) conseguiram extinguir o fogo, evitando dessa forma, a poluição hídrica e o controle das chamas. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, três pessoas ficaram feridas e um homem de 28 anos morreu durante a explosão.

Assim que tomou conhecimento do ocorrido, a Agência Fluvial de Itacoatiara direcionou Inspetores Navais ao local do acidente para o devido apoio.

Um competente Inquérito Administrativo sobre Fatos da Navegação (IAFN) será aberto pela Marinha, a fim de apurar as causas e responsabilidades pelo acidente.

+ Amazonas