Siga o Portal do Holanda

Desembargador

CNJ considera legal nomeação de João Simões para direção da Esmam

Publicado

em

Foto: Raphael Alves/TJAM Foto: Raphael Alves/TJAM
Foto: Raphael Alves/TJAM

Manaus/AM - A nomeação do desembargador João Simões para o cargo de diretor da Escola Superior de Magistratura do Amazonas (Esmam) foi considerada legal e legítima pelo plenária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A decisão anula a posse do desembargador Yedo Simões para o cargo. 

João Simões foi indicado para o cargo de diretor da Esmam pelo presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Domingos Chalub. 

A decisão do CNJ de considerar legal a indicação foi por 14 votos a 1. O Plenário do Conselho acompanhou, na tarde desta terça-feira (4), o voto-divergente, proferido pelo Corregedor Nacional de Justiça, Ministro Humberto Martins.

O último voto foi do ministro Dias Toffoli, que presidiu a sessão de hoje, e também votou pela divergência, considerando lícita a nomeação de João Simões.

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.