Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Celas 'especiais' no Compaj funcionam como motel, diz Secretário

Publicado

em

Após operação do Exército e da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas realizada nesta quarta-feira (29) no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, onde foram apreendidos diversos ítens como celulares, armas e drogas e encontradas celas especiais equipadas com televisores, frigobar com estoque de alimentos, decoração, piso cerâmico, colchão de casal arma branca e até churrasqueira, o secretário de estado de Administração Penitenciária, Louismar Bonates, se pronunciou sobre o assunto durante coletiva de imprensa.

De acordo com ele, os espaços servem como motel para os presos, e têm autorização do juiz da Vara de Execuções Penais para receber a decoração. A secretaria afirmou ainda que as celas estão assim há mais de três anos. No entanto, não explicou o motivo do lugar possuir estoque de alimentos, churrasqueira, entre outros ítens aparentemente desnecessários para o fim informado. 
Entre as celas especiais, estava a do traficante Zé Roberto da Compensa, líder da facção criminosa Família do Norte.   Segundo Bonates, a unidade prisonal possui mais de 20 celas especiais. O secretário não soube dizer se algum detendo mora nelas.

"Não existe seleção para quem vai morar em cada cela, agora o "motel" é visita íntima, e por que são feitas essas melhorias? Porque as famílias também frequentam lá e você manter relação sexual em cima do cimento é diferente do que você manter relação sexual em uma área mais confortável. Ventilador todas as celas têm, água gelada tem que ter porque nesse nosso clima os senhores imaginem uma unidade que era pra ter 400 presos ter 1,2 mil tomando água de torneira seria até desumano", afirmou o titular da Seaf.

“Precisamos dar um mínimo de dignidade humana para a pessoa que está lá cumprindo pena por um fato ilícito e tem que pagar. Não será por causa disso que serão tratados como sub-raça. Lá nós temos presos de todas as celas e pegaram só a do Zé Roberto. Tem outros partilhando das celas em que a melhoria é azulejo. Estamos com problema de doença pele nos presídios por conta da umidade e estamos buscando alguma algo que seja mais barato do que cerâmica pra colocar em todas elas,   mas tudo que tem ali, repito, está devidamente autorizado pelo juiz da vara de execução", falou.

“Todas as celas tem televisão e ventilador, não tem restrição quanto a isso. Eu não vou deixar entrar 10 televisões, porque não tem espaço. Ventilador é por necessidade e é obrigado. Eles não perderam o direito a comunicação com o mundo exterior e sim outros direitos. Não tem regalias e todos são tratados da mesma maneira. Não importa se é socialite, se é considerado o dono do crime. Se um respeita o outro a mais lá dentro, o problema não é nosso”, disse.

O Secretário afirmou ainda que a Seap realiza fiscalizações de rotina para apreender objetos proibidos e que investiga se servidores facilitaram a entrada dos objetos no local. Em dois anos, mais de 300 funcionários da empresa terceirizada foram demitidos por terem facilitado a entrada de tais objetos.

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.