Siga o Portal do Holanda

Fraude nas eleições

Presidente do TRE suspende cassação de vereadores e deputada no Amazonas

Publicado

em

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os mascarados


Manaus/AM - A decisão da juíza Kathleen Gomes, da 37ª Zona Eleitoral de cassar os mandatos dos quatro vereadores do PL eleitos em 2016 e de torná-los inelegíveis assim como seus suplentes, foi suspensa após mandado de segurança concedido pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargador João Simões. A vereadora Mirtes Salles, uma das condenadas, informou que o pedido foi acatado no último domingo (25). 

A decisão da juíza cabia recurso e deve continuar o seu andamento para instâncias superiores, apenas foi concedido um efeito suspensivo. A decisão do desembargador foi contra o cumprimento imediato das cassações determinadas pela juíza. 

Os vereadores eleitos pelo PL e os suplentes tiveram seus votos cassados devido a uma fraude cometida pelo partido nas eleições de 2016 para o cumprimento da cota de representatividade feminina. Uma candidatura fake foi registrada e a própria denunciou a irregularidade ao Ministério Público Eleitoral (MPE). 

Na decisão da juíza os condenados foram os vereadores Edson Bentes, Claudiomar Proença, Mirtes Sales e Fred Mota, a deputada Joana Darc e Liliane Araújo. Todos esses foram condenados a inelegibilidade por 8 anos. 

Veja as decisões do desembargador: 

Clique para baixar arquivo

Clique para baixar arquivo

Clique para baixar arquivo

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.