Siga o Portal do Holanda

Outros 6 estão em risco

11 bairros deixam zona de alto risco para infestação do Aedes aegypti em Manaus

Publicado

em

Foto: Divulgação

Manaus/AM - A Prefeitura de Manaus divulgou, nesta terça-feira(13), o resultado do segundo Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) em Manaus. O estudo excluiu 11 bairros da situação de alta vulnerabilidade de transmissão de doenças pelo mosquito.

Em janeiro deste ano, segundo o primeiro LIRAa, 11 bairros estavam com alto índice de infestação e, conforme a segunda pesquisa, deixaram a zona de risco. São eles: Compensa, Redenção, Alvorada, Flores, Parque Dez, Centro, Cidade Nova, Novo Aleixo, Raiz, Coroado e Armando Mendes.

No começo do ano, o levantamento apontou um índice de 3,0%. Em outubro, o diagnóstico indicou redução para 1,0%. Isso significa que Manaus, apesar de permanecer em médio risco para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, apresentou importante redução do índice em relação aos períodos anteriores, tirando esses 11 bairros da zona de alto de risco para transmissão da doença.

Hoje, dos 63 bairros do município de Manaus, apenas seis - Jorge Teixeira, Tancredo Neves e São José, na zona Leste; Colônia Terra Nova e Monte das Oliveiras, na zona Norte; e na zona Sul, o bairro Japiim, estão classificados como prioritários para receber a intensificação das ações. São eles que apresentam também maior incidência de pessoas acometidas por alguma das doenças transmitidas pelo Aedes, os quais serão trabalhados de maneira prioritária pelas equipes de saúde nas ruas.

Em Manaus, aproximadamente 300 Agentes de Combates às Endemias e Agentes Comunitários de Saúde visitaram, no período de 15 a 29 de outubro, um total de 29.263 imóveis, distribuídos em todos os bairros, a fim de coletar as formas imaturas (larvas) do Aedes aegypti, bem como eliminar e/ou tratar os potenciais criadouros do mosquito.

Planejamento

Com base no resultado, a Semsa já programou ações a serem desenvolvidas nos seis bairros classificados como prioritários. Entre elas, estão: intensificar as ações de controle do vetor, com os Agentes de Combate às Endemias e Agentes Comunitários de Saúde realizando a visita casa a casa, e intensificar atividades de Educação em Saúde, com ampla implantação da estratégia "10 minutos contra o Aedes".

Além disso, equipes da Semsa também vão envolver moradores e lideranças locais no combate à doença e dar continuidade às ações interinstitucionais com as demais secretarias do município, buscando apoio e parcerias com outras instituições - públicas e privadas - para o enfrentamento do Aedes aegypti no município.

 

 

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Greve dos Rodoviários em Manaus

1 MINUTO NERD - PANTERA NEGRA É O FILME DO ANO?

Amazonas

Copyright © 2006-2018 Portal do Holanda.