Obesidade mórbida alivia situação de Muniz, que ganha mais 15 dias fora da prisão

Por

26/06/2012 9h32 — em Amazonas

Manaus ( Portal do Holanda ) - O ex-prefeito de Iranduba, José Maria Muniz, ganhou mais 15 dias de saída temporária do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, onde se encontra preso desde o dia 31 de maio, para permanecer em sua residência. O despacho é do juiz Luís Carlos Valois, da Vara de Execuções Penais.O magistrado concedeu a prorrogação depois do laudo médico, apresentado pela defesa de José Maria, assinado pelo cirurgião de aparelho digestivo Sidney...

Chalub, onde ele afirma que o ex-prefeito necessita de cuidados especiais e acompanhamento multidisciplinar para evitar desnutrição, hipovitaminose e descalcificações ósseas.

Entenda o caso

A Justiça Federal no Amazonas condenou o ex-prefeito de Iranduba, José Maria Muniz de Castro, a quatro anos e seis meses de prisão pelo crime de responsabilidade, em ação penal promovida pelo Ministério Público. O mandado de prisão foi cumprido por agentes da PF no dia 31 do mês passado.

O ex-prefeito foi encaminhado ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim e seis dias depois José Maria, ingressou pedido de prisão domiciliar, mas o juiz Luís Carlos Valois, concedeu no dia 6, apenas 15 dias para tratamento de saúde.

NULL