MPF investiga se remédio distribuído por policlínica em Manaus é falsificado

Por

18/03/2012 9h33 — em Amazonas

Manaus -  O Ministério Público Federal instaurou inquérito civil para apurar possível ocorrência de alteração química ou falsificação do medicamento Rivotril, utilizado pela Policlinica Gilberto Mestrinho, em Manaus. O alvo da investigação é o lote 0532/10  do remédio, distribuido pela policlinica e que teria causado, segundo denúncia de Maria Lucimar Dourado Cardial, hemorragia em seu filho, Danilo Nonato de Souza.

O  Rivotril é um  antiepilético e tem efeito tranquilizante, sendo também utilizado no tratamento de distúrbio do pânico, nas  formas de ansiedade generalizadas e para ajudar a controlar os sintomas de ansiedade normais decorrentes de situações extremas.

O MPF enviou ofício  à  Policlínica Gilberto Mestrinho, pedindo  informações sobre o caso num prazo de dez dias e pediu que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária informe  se há registro de reclamações sobre o medicamento Rivotril;  que providências foram ou serão adotadas para se averiguar possível alteração química ou falsificação da   droga .
 

NULL