Indústria oleira do Amazonas vai cobrar ressarcimento por falta de energia

Por Portal do Holanda

24/07/2019 13h52 — em Amazonas

Os prejuízos causados pela interrupção do serviço de energia elétrica nos municípios de Iranduba e Manacapuru é objeto de nota de esclarecimento distribuída pelo Sindicato da Indústria Cerâmica e Olarias do Estado do Amazonas (Sindicer-AM) nesta quarta-feira, dia 24, onde a entidade assegura que vai tomar medidas cabíveis.

O presidente do Sindicer-AM, Frank Lopes, diz que as indústrias de cerâmica instaladas em Iranduba estão com suas atividades produtivas paralisadas em decorrência da falta de energia, o que causa prejuízo ainda não calculado aos empresários.

A previsão da Amazonas Energia é de que o serviço seja regularizado no próximo sábado, dia 27.

Repúdio e cobrança às autoridades

Ao mesmo tempo em que se solidariza com as populações dos dois municípios que vêm sofrendo com a falta de energia elétrica, as empresas filiadas ao Sindicer-AM diz que “repudia o descaso das autoridades em relação ao precário fornecimento de energia no interior do Amazonas.” Iranduba e Manacapuru estão no escuro, fornecida pela Amazonas Energia, desde sexta-feira, dia 19 de julho.

Conforme a nota, o Sindicer-AM se colocou à disposição da sociedade civil organizada para implementar medidas como a cobrança e ressarcimento dos prejuízos causados à atividade do setor cerâmico e oleiro naqueles municípios do Amazonas.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas