Em Manaus, OSCs têm até dia 8 de outubro para concorrer a edital de R$ 6 milhões

Por Portal do Holanda

27/09/2019 15h10 — em Amazonas

As organizações da sociedade civil (OSCs) que possuem projetos destinados à qualificação e geração de renda; inclusão social de crianças e adolescentes; de jovens e adultos; de idosos; de pessoas com deficiência e defesa de direitos humanos podem concorrer ao edital de fomento, da Prefeitura de Manaus, até o dia 8 de outubro. O edital no valor de R$ 6 milhões irá contemplar projetos de até R$ 190 mil, cada.

Prazo de execução dos projetos é de 11 meses e devem ser apresentados na sede do Fundo Manaus Solidária, na avenida Brasil, Compensa

Cada organização social poderá apresentar um projeto ao Fundo Manaus Solidária, que deve ser executado no prazo de até 11 meses. As propostas devem ser entregues, conforme o edital, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h, na sala da diretoria-executiva do Fundo Manaus Solidária, na avenida Brasil, 1º andar, Compensa, zona Oeste.

De acordo com a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, é indiscutível o valor que as organizações têm para a sociedade, especialmente porque atuam em complementação às ações e projetos executados pelo poder público.

“O sentimento que imprimimos no primeiro edital de fomento será o mesmo neste segundo, o de fazer tudo que estiver ao nosso alcance para orientar, sanar dúvidas e auxiliar as organizações, para que participem e, com o recurso do fomento, mantenham ou possam expandir seus projetos. É uma orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto e um grande desejo meu que mais pessoas em situação de risco social sejam beneficiadas”, afirmou.

Fotos: Karla Vieira/Manaus Solidária


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas