Bolsonaro diz que é ‘um absurdo’ proposta de lockdown do prefeito de Manaus

Por Portal do Holanda

29/09/2020 16h07 — em Manaus

Bolsonaro criticou Arthur Neto durante conversa com apoiadores no Planalto - Foto: Reprodução

Manaus/AM - A proposta do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, de decretar lockdown na capital amazonense devido ao aumento de casos da Covid-19, foi considerada “um absurdo” pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta terça-feira (29). A crítica aconteceu durante conversa do presidente com seus apoiadores no Palácio do Planalto. 

“A gente vê agora absurdos. O prefeito lá de Manaus falou que tá esperando uma sugestão do governador pra decretar o lockdown. Ô, cara, essa política acabou, cara. Eu falei lá em março que tava errada essa política. Tá tudo dando certo o que eu falei. Não tenho bola de cristal não. Ser presidente, governador, prefeito não é sentar na cadeira e esperar a banda passar, tem que tomar decisões em momentos difíceis”, comentou Bolsonaro. 

A sugestão de lockdown em Manaus, por pelo menos duas semanas, foi feita pelo prefeito Arthur Neto durante entrevista para a CNN, na última segunda-feira (28), onde ele convidou o governador Wilson Lima para dar apoio de polícia no controle da população. O governador do Amazonas também se manifestou sobre o assunto e descartou qualquer possibilidade de lockdown no Estado. 

+ Manaus