Galerias populares preparam programação natalina para clientes

Por Portal do Holanda

03/12/2014 18h50 — em Amazonas

As galerias populares, no Centro, vão oferecer uma extensa programação para atrair os consumidores no período natalino. São corais, bandas e grupos de dança que farão suas apresentações dentro das próprias estruturas dos centros de compras. O Papai Noel também estará à disposição dos clientes para fotos. As atrações são organizadas por meio da Semc, com apoio do Simcovan e Avacin.

“Esse apoio que a prefeitura está dando para os trabalhadores das galerias é de fundamental importância para atrairmos os consumidores. Gostaríamos que toda a sociedade visitasse os centros de compras para garantirmos o futuro desses trabalhadores que ao longo de anos vendiam nas ruas e, agora, vão passar o primeiro Natal em um lugar limpo, bonito e seguro”, declarou o presidente do Simcovam, José Assis.

Além da programação musical e de dança, as galerias vão preparar um cenário dentro de cada centro de compras, onde o Papai Noel vai receber as crianças para sessão de fotos, todos os dias, até o Natal.

“Queremos que o público que frequenta as galerias entre no clima natalino. Por isso, além da ornamentação, que também vai compor o visual das galerias neste fim de ano, nada melhor que o Papai Noel para representar o espírito de Natal. Independente do valor e da idade, todos que comprarem nas galerias terão o direito de tirar foto com ele”,  destacou o presidente da Avacin, Givanildo Marques Maia.

Uma pequena parte do espetáculo “Um sonho de Natal”, encenado todos os anos pela Nova Igreja Batista, vai ser apresentado nas dependências das duas galerias.

O secretário da Semc, Glauco Francesco, explicou que todas as ações fazem parte do planejamento de marketing que foi montado pela prefeitura, com o apoio do Sebrae, que aos poucos vai sendo implementado a fim de consagrar esses espaços como centros de compras populares.

“É importante que a população entenda que os camelôs estão deixando as ruas, as calçadas e indo para as galerias porque querem colaborar - e estão colaborando com a requalificação do centro de Manaus. Agora, é preciso que a população comece a mudar o hábito de comprar nas ruas e passe a frequentar as Galerias Populares. Para isso, estamos intensificando as campanhas institucionais de mídia, bem como a fiscalização nas ruas do centro da cidade, por meio do Implurb  e da Sempab a fim de inibir a presença de ambulantes invasores e outras irregularidades nas ruas da área central de Manaus”, enfatizou o secretário.

Ao todo, são 2.082 camelôs cadastrados junto à Prefeitura de Manaus, que estavam atuando no centro da cidade. Desse total, 1005 já foram realocados e 537 estão instalados nas Galerias Espírito Santo e Remédios.  Outros 153 estão aguardando nos camelódromos provisórios, a inauguração da segunda etapa da Galeria dos Remédios e Shopping T4.  Mais 271 estão aguardando em casa e 44 optaram pelo financiamento de R$10 mil, através do Fumipeq para deixarem as ruas e abrir um negócio próprio, no bairro onde moram, longe dos logradouros públicos. O prazo para começar a pagar o financiamento é de sete anos e meio, com juros de 0,01% ao mês.