No embarque para Tóquio, Gabriel Medina diz que não vai estar 100% sem Yasmin Brunet

Por Portal do Holanda

18/07/2021 8h38 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução/Instagram

A polêmica de Gabriel Medina e Yasmin Brunet com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) continua até o último minuto do embarque do surfista para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. 

Na madrugada deste domingo, ao embarcar no Aeroporto de Guarulhos, o atual nº 1 do surfe no mundo se despediu da esposa e falou com jornalistas: “É chato, não estou indo 100%. É ela quem me dá força e eu gosto de estar junto dela”, disse ele ao “Uol”.

Já em conversa com o Globo Esporte, ele deu mais segurança: "Me sinto preparado e finalmente chegou dia, estamos indo pro Japão, e vai ser irado. A gente vai realizar mais um sonho, nunca imaginei que a gente ia fazer parte das Olimpíadas. Estou embarcando pra isso".

Ao se despedir do amado, Yasmin também falou sobre as expectativas para as Olimpíadas: "É o melhor ano dele, ele nunca teve um início de ano tão bom. Eu tenho certeza que tudo está dando certo para ele ganhar esse ouro e para ele ser campeão esse ano. Duas semanas só de treino, de dieta, foco no surfe, só com a galera dele, sem ter muito contato com outras pessoas. Foi bem intenso. Da minha parte acho que foi suporte, em primeiro lugar, estar sempre do lado dele, essa coisa mais emocional psicológica".

Yasmin fica - Devido à pandemia da Covid-19, o Japão proibiu a entrada de turistas estrangeiros durante as Olimpíadas de Tóquio. Medina queria que a mulher fosse como parte da sua estafe, mas o número de técnicos que um atleta pode levar reduziu de dois para um, também devido à pandemia. Sendo assim, o COB só permitiu que ele levasse o seu treinador, Andy King.

Medina queria que a modelo fosse colocada no lugar do treinador, mas o COB não permitiu. O surfista alega que Yasmin era sua primeira opção e que quando a regra era levar duas pessoas, inscreveu Yasmin e Andy. No entanto, quando o número foi reduzido, a esposa foi retirada, sem o direito de trocar.

 O casal expôs o caso, se dizendo injustiçado pelo COB, que deu várias justificativas de Yasmin não ser levada, principalmente, por não ter função técnica com o atleta. Atualmente, Medina é um dos atletas com mais chance de trazer o ouro para o Brasil. Ele alega que Yasmin cuida da sua nutrição, do psicológico e tem outras funções técnicas. Até então, modelo acompanhava de perto todas as competições do amado e estava em sua equipe desde janeiro.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV