Siga o Portal do Holanda

Esportes

Brasileiros fracassam no Mundial e ficam fora de finais

Publicado

em


Depois de fazer uma boa campanha nos Jogos Pan-Americanos, a natação do Brasil segue decepcionando nas provas olímpicas do Mundial de Kazan. Nesta segunda-feira, (04), três brasileiros, todos medalhistas em Toronto, participaram de semifinais na Rússia. Etiene Medeiros, Guilherme Guido e João de Lucca não conseguiram repetir seus resultados do Pan e ficaram foram das finais.

Guido foi prata no Pan, com 53s35, assumindo o quarto lugar do ranking mundial. Em Kazan, fez só o 14º tempo da semifinal: 53s88, longe de se classificar à final. Tivesse repetido, no Mundial, o tempo do Pan, teria se classificado à decisão.

O mesmo vale para Etiene Medeiros. Foi campeã em Toronto com 59s61, quebrando a barreira do minuto pela primeira vez, mas na semifinal em Kazan fez o nono tempo: 59s97, segunda melhor marca da carreira. Pelo que mostrou no Pan, tinha amplas condições de fazer final no Mundial.

Para fechar uma noite péssima para a natação brasileira em Kazan, João de Lucca fechou a raia na primeira bateria semifinal dos 200m livre. Com 1min48s23, ficou muito longe do recorde sul-americano, de 1min46s42, que ele bateu ao ganhar o ouro no Pan. Também marca suficiente para ir à final na Rússia.

Assim, a natação brasileira vai fazendo uma campanha muito inferior à programada para Kazan. Tinha expectativa de medalha no revezamento 4x100m livre masculino, mas ficou em quarto. Confiava em final na prova feminina, mas terminou em 11.º. Felipe Lima (bronze em 2013) e Felipe França (quinto do ranking) sequer foram à final dos 100m peito. Joanna Maranhão parou na semifinal dos 200m medley.

+ Esportes

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.