Compartilhe este texto

Dia do café: saiba por que a bebida não sai de moda


Por Karine Simas

24/05/2022 16h27 — em
Espelho, espelho meu


Foto: Reprodução / Pixabay

Presente na mesa da maioria dos brasileiros, o famoso ‘cafezinho’, já faz parte da família, não é mesmo? Mas essa bebida, que tem até uma data comemorativa, representa muito mais do que aconchego e cordialidade, conquistando até a geração Z, com uma nova roupagem. 

No dia 24 de maio é comemorado o Dia Nacional do Café. A bebida é produzida a partir dos grãos torrados do fruto do cafeeiro, sendo originária da África. Versátil e com poucas calorias, o café agrada desde os mais velhos, até os ‘ratos’ de academia. Pois além de tudo, o café também tem ação diurética e pode aumentar o desempenho físico.

 

Tem pra todo mundo

Versátil, o café caiu na graça também da geração Z, que tem adaptado a bebida na versão gelada, conhecida como método cold brew. Alguns mais ousados incluem baunilhas e até mesmo frutas na mistura.

 

Benefícios

Rica em antioxidantes, a bebida melhora a taxa de oxigenação do sangue, ajuda a aumentar o foco e a concentração. Por chegar às células do corpo em pouco tempo (cerca de 20 minutos), o café acaba aumentando a influência do neurotrasmissor dopamina, que é o precursor natural da adrenalina e noradrenalina, estimulantes do sistema nervoso. Em falta, a dopamina pode causar depressão. Em excesso, aceleração e manias.

 

Cuidados a serem tomados

Apesar dos grandes benefícios, o excesso de café pode acabar prejudicando a saúde, causando ação diurética excessiva, levando à perda de minerais e vitaminas, produção de mais ácido clorídrico, o que agrava gastrites e úlceras. Além disso, o consumo diário de mais de 4 xícaras pode agravar a ansiedade, cada vez mais comum na população.

Com moderação, a bebida pode continuar sendo uma grande amiga. Vai um cafezinho aí?

 


Os artigos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados nesta coluna não refletem necessariamente o pensamento do Portal do Holanda, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

ASSUNTOS: Espelho, espelho meu