TCE vai ser duro com prefeitos que patrocinaram fura-fila da vacina

Por Portal do Holanda

29/01/2021 21h18 — em De olho na Política

O TCE-AM não vai deixar ‘barato’ a falta de compostura dos prefeitos que deixaram ‘fura-filas’ serem vacinados. O presidente Mário de Mello garante que quem cometeu essa e outras falhas vai ser multado. E o dinheiro irá sair do bolso do infrator, que será denunciado aos MPs Federal e Estadual.
Ontem David Almeida, que permitiu longa fila dos ‘fura-filas’, lançou o Portal da Transparência Covid-19, com um “Vacinômetro” para acalmar os ânimos dos órgãos de fiscalização que pegam no pé dele. 

Esperada exoneração 

A um passo da exoneração, o general Pazuello ganhou ontem um inquérito na PF para investigar a sua omissão na crise sanitária no AM. A saída abrirá espaço para o ‘amigo-da-onça’ Bolsonaro negociar o MS com o Centrão. Pazuello deixou Manaus sem resolver a crise, que só não é pior por conta de ajuda humanitária.
Antes de deixar a cidade, e receber os 108 médicos para reforçar o atendimento, Pazuello disse que a única solução contra o colapso é exportar 1,5 mil pacientes para hospitais de outros estados. 

Mais vacinas

O prefeito David Almeida anunciou o credenciamento, pelo MS, de mais 27 UBSs, para o atendimento exclusivo de síndromes gripais e Covid-19. Ele recepcionou 15 dos 108 médicos do programa Mais Médicos pelo Brasil, que irão atuar em Manaus até o final deste ano.

Posse de Cidade 

O novo presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cidade, vai estrear no cargo com uma coletiva virtual após sua posse, na próxima segunda-feira, 1º de fevereiro. A solenidade acontecerá em formato híbrido, a partir das 10h, e as perguntas da coletiva, feitas por e-mail, serão respondidas às 12h via canal Aleam no Youtube.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ De olho na Política