Critério de vacinação de profissionais da saúde em Manaus é criticado

Por Portal do Holanda

01/02/2021 19h48 — em De olho na Política

Foto: Agência Brasil

A decisão de só vacinar agora três categorias de profissionais de saúde que lidam diretamente com os pacientes infectados com a Covid-19, está colocando em risco a saúde e a vida de milhares de outros trabalhadores das unidades da Semsa e da Susam, em Manaus.

Ontem o diretor presidente da FMT, Marcus Vinitius Guerra lançou um alerta e responsabilizou “quem se arvora a criar critérios de proteção”, levando à exclusão de “alguma categoria” da saúde.
O prefeito David Almeida alega que a vacinação será de forma ‘gradativa’, conforme a disponibilidade de vacinas. Ou seja, as vacinas que vieram em doses suficientes para todos, estão sendo regradas. Por quem?

Angústia e dor 

A decisão de não vacinar logo os trabalhadores da saúde, que não são ‘linha de frente’, mas convivem nos mesmos espaços das unidades, e correm os mesmos riscos de se contaminar com o vírus da Covid-19, em menor ou maior grau, está gerando angústia e medo em milhares deles que estão no batente. 

MP de luto

A Covid-19 chegou ao MPE e colocou a instituição de luto. A morte de uma procuradora de Justiça, em decorrência da Covid-19, levou o procurador-geral substituto, Nicolau Libório dos Santos, a decretar luto oficial na instituição por três dias, e também a suspender o expediente ontem nas unidades.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ De olho na Política