Rodada de Negócios com Equador enfatiza integração regional

Por Portal do Holanda

02/03/2016 9h31 — em Amazonas

Na terça-feira, 1º, no auditório da Fecomércio AM, autoridades amazonenses, rondonienses e equatorianas abriram os trabalhos da 2ª Rodada de Negócios Equador e Brasil. Estiveram presentes o vice-governador de Rondônia, Daniel Pereira, o embaixador do Equador no Brasil, Horacio Sevilla Borja, o ministro de Comércio Exterior do Equador,  Diego Aulestia, o vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo e os presidentes das Federações do Comércio do Amazonas, José Roberto Tadros e de Rondônia, Raniery Coelho. Na cerimônia de abertura, um dos principais assuntos abordados foi a integração comercial entre os países latino-americanos.

José Roberto Tadros salienta que "só há dois países na América do Sul que não fazem fronteira com o Brasil, o Chile e o Equador, mas são, praticamente, nossos vizinhos. Precisamos aprofundar as nossas relações comerciais, culturais e humanas". Para o presidente da Fecomércio AM, o Estado precisa romper com o colonialismo interno, no que tange a todas as transações passarem pelo Estado de São Paulo, o que onera os valores dos produtos. Tadros lembra que nada separa os latinos, pelo contrário, são unidos, "o que falta é uma integração, pois pensamos e raciocinamos iguais e somos abertos a todos os povos”. 


  O embaixador do Equador no Brasil, Horacio Sevilla, enfatizou o encontro entre os presidentes Dilma Roussef e Rafael Correa, ocorrida em 28 de janeiro de 2016, no qual foi discutido o eixo Manta-Manaus, que pretende unir via fluvial essas duas cidades para melhorar as relações comerciais dentro da América do Sul, além de ser uma alternativa ao canal do Panamá para o comércio com a Ásia. O embaixador enfatizou que essa estratégia multimodal é vista com otimismo pelo Equador, pois irá melhorar a infraestrutura de interligação do continente, que permitirá uma redução de custos e tempo em relação ao tradicional canal do Panamá. "Está nova rota permitirá que os produtos da região norte e nordeste do Brasil possam chegar em condições mais favoráveis aos mercados asiáticos", ressalta Horacio Sevilla.

O ministro de comércio exterior do Equador, Diego Aulestia, destacou o potencial industrial do Amazonas e a possibilidade de escoamento da produção através de uma logística fluvial até o oceano pacífico."Estamos certos de que através da rota Manta-Manaus, poderemos oferecer à riquíssima produção amazônica uma saída mais conveniente ao oceano Pacífico", ressaltou Aulestia.

Após a Rodada de Negócios Equador e Brasil, na terça-feira, nesta quarta a comitiva equatoriana visitará pontos industriais e comerciais de Manaus.  

Fotos: Divulgação/Fecomércio

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas