Morador de Manaus estraçalha cachorros com um terçado e revolta o Brasil

Por

19/09/2014 13h39 — em Amazonas

MANAUS - Um caso de crueldade ocorrido em Manaus está repercutindo no Brasil inteiro. Conforme a fanpage The Real APBT Brazil, dois pit bulls foram retalhados com golpes de terçado e o acusado é um morador do bairro Vila da Prata, que conforme informações preliminares seria funcionário público e irmão de um candidato a deputado estadual.

>>>CLIQUE AQUI E VEJA AS IMAGENS. CENAS EXTREMAMENTE FORTES<<<

As redes sociais estão se enchendo de postagens e até comunidades repudiando a ação. Como não tivemos acesso ao boletim de ocorrência, os nomes não poderão ser publicados.

Conforme informações apuradas pelo Portal do Holanda, os dois cães teriam conseguido escapar e são dóceis. A responsável ao ouvir os gritos, saiu e viu um dos cães entrando machucado e gritando. O autor das terçadadas teria ido até ao encontro da responsável pelos cães com o terçado na mão pedindo para que ela fosse buscar a outra cachorra, pois ela teria tentado atacar sua mulher. Em um outro momento ele chega a mudar a versão dizendo que o cão teria atacado um cachorro da família.

>>>CLIQUE AQUI E VEJA AS IMAGENS. CENAS EXTREMAMENTE FORTES<<<

"As imagens no entanto mostram uma cadela totalmente cortada, sem chance de defesa, com indícios de crueldade mesmo”, relatou um veterinário que teve acesso às imagens. A insistência de uma veterinária em lutar pela vida de um deles, resultou na sobrevivência dos dois. Um deverá receber alta esta sexta-feira. Já a cadela que foi mais ferida, precisará de mais tempo.

Caso ocorram novos desdobramentos ou tenhamos acesso a documentos, daremos mais detalhes sobre o assunto.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas