Manaus terá centro de atendimento humanizado a mulheres em situação de violência

Por Agência Brasil / Portal do Holanda

19/06/2020 3h27 — em Amazonas

Foto: Reprodução

O governo federal vai destinar R$ 10 milhões para a implementação da Casa da Mulher Brasileira em Manaus, no Amazonas. O anúncio foi feito pela ministra do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, durante visita à capital amazonense. Essa será a primeira unidade de acolhimento e atendimento humanizado às mulheres em situação de violência instalada em Manaus.

Segundo o governo federal, a expectativa é que o recurso seja empenhado no próximo mês e que a obra tenha início no semestre que vem.

O secretário estadual de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Amazonas, William Abreu, disse que a vista da ministra ao estado possibilitou o diálogo para aplicação de políticas públicas destinadas a pessoas em situação de vulnerabilidade. Ele também falou sobre a liberação do recurso para a construção da Casa da Mulher.

"Discutimos sobre vários assuntos: questão indígena, da criança, do idoso, dos imigrantes. Estamos organizando uma nova agenda em Brasília para que a gente possa tirar do papel tudo que foi conversado. A grande novidade é que ela está se comprometendo com esses R$ 10 milhões para que a gente possa realmente entregar o mais rápido possível. É mais uma ação do governo federal com o governo do Amazonas", explica.

Informações obtidas pelo Ligue 180 apontam que, só no ano passado, o estado do Amazonas contabilizou 777 registros de denúncias de violência contra a mulher.

De acordo com o governo federal, a Casa da Mulher Brasileira possibilita o acolhimento e atendimento humanizado a essas mulheres em situação de vulnerabilidade. Atualmente, seis estados contam com o equipamento. A previsão é de que até o fim do ano seja iniciada a implementação de mais 24 novas unidades.