Siga o Portal do Holanda

Saúde e Bem-estar

Atividade física é importante para quem tem osteoporose e também como prevenção à doença

Publicado

em

Cerca de 10 milhões de brasileiros têm osteoporose, doença que se caracteriza pela perda de massa óssea e que é considerada o segundo maior problema de saúde mundial. Só perde para as doenças cardiovasculares.

Além dos riscos de fraturas, em decorrência de quedas pela perda de força nos ossos, a osteoporose é uma doença que provoca dor crônica e muitas vezes a perda de qualidade de vida.

Para quem tem osteoporose e para retardar a perda de massa óssea e diminuir o risco de fraturas, o mais indicado é a prática regular de atividades físicas. Exercícios como musculação, natação, caminhadas e até mesmo dança podem ajudar a fortalecer o corpo, de acordo com a professora de Educação Física, Jéssica Cavalcante, além de proporcionar sensação de bem-estar.

Osteoporose significa “osso poroso”, mal que enfraquece o sistema ósseo e pode aumentar o risco de lesões. No Brasil, a doença atinge 25% das mulheres, a maioria com idade a partir de 50 anos, conforme dados da Fundação Internacional de Osteoporose (IOF). A osteoporose acomete 10% dos homens, a maioria com mais de 65 anos.

A osteoporose, explica a professora, não é uma doença exclusiva dos idosos, mas acontece com frequência na terceira idade e é mais intensa entre o público feminino. “Isso acontece porque, nessa faixa etária, cai o nível de estrogênio, o hormônio que ajuda a equilibrar a saúde dos ossos, deixando a estrutura cada vez mais fina e frágil”, explicou.

Atividades físicas

Segundo a professora, para a renovação dos ossos e prevenção da osteoporose, são necessários estímulos que podem ser desenvolvidos em atividades como corrida e corda, por exemplo, e em exercícios de força, encontrados na musculação. Para quem já convive com a enfermidade, o ideal, diz ela, é priorizar exercícios como natação, hidroginástica e dança, pois não há riscos de fraturas e, consequentemente, de piorar o estado de saúde.

“Com essas atividades, é possível aumentar a força muscular, melhorar equilíbrio e postura, além de trazer uma sensação de bem-estar e mais disposição para a execução das tarefas diárias. É importante frisar que qualquer pessoa, mesmo tendo a doença, pode fazer uma atividade física adequada a sua condição e ter mais qualidade de vida”, ressalta a professora da Fórmula Academia.

Jéssica relata que é comum, entre alunos com osteoporose, o medo em praticar exercícios físicos. Entretanto, ela garante, os resultados são positivos. “Muitos falam que têm receio de cair e que sentem fraqueza, mas isso é logo no começo. Com o passar do tempo, vão percebendo que estão mais fortes e o medo vai diminuindo, na medida em que vão criando confiança”, comenta.

HC para o uso de minissaia no interior do Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Conheça a história de Manaus e dos municípios do Amazonas


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.