Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Dinheiro apreendido em Coari deve ficar com coligação de Mitouso, decide presidente do TRE

Publicado

em

Por

O Ministério Público Eleitoral tentou derrubar a liminar da juíza Sabrina Cumba Ferreira, da 8ª Zona de Coari, que autorizou a devolução de R$ 479 mil à coligação “Com a força do povo” do prefeito Arnaldo Mitouso (PMN) , mas sem sucesso.


O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas,  indeferiu o agravo de instrumento, extinguindo o processo sem resolução do mérito.



Entenda o caso:

Na noite do dia 5 deste mês, 48 horas antes das eleições, uma  denúncia anônima levou agentes da Polícia Federal, comandados pelo delegado Domingos Sávio, a sede do PMN, em Coari, onde foram apreendidos R$ 479 mil.

A apreensão causou um mal estar entre a polícia e a juíza Sabrina Cumba Ferreira, que expediu liminar em mandado de segurança a coligação de Arnaldo Mitouso, para que o dinheiro fosse devolvido.

A coligação, alegando descumprimento de mandado judicial chegou a ingressar com pedido de prisão do delegado Domingos Sávio, que ele alegou ter agido dentro da Lei. 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.