Siga o Portal do Holanda

Judiciário

Presidente do TJ Amazonas diz que conclui gestão com dever cumprido

Publicado

em

Redescobrindo a beleza da mulher em meio a pandemia


Manaus/AM - O desembargador Yedo Simões, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), foi o convidado do programa Hora do H, apresentado por Humberto Amorim, nesta segunda-feira, dia 10. Yedo Simões fez um balanço das atividades do TJAM.

Entre as revelações feitas por Yedo Simões está o fato de que, no início da carreira, teve de pagar o valor de seu salário para fretar um avião e dar assistência a seu filho. Simões, que tem mais oito irmãos, disse que veio de família pobre, mesmo assim, todos conseguiram se formar, ao afirmar que nunca teve vergonha de sua origem.

Simões conclui seu mandato em julho deste ano e afirma que o faz com a sensação do dever cumprido. Para o desembargador, a presidência do TJAM foi o grande desafio de sua vida.

As seis metas estipuladas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para cada exercício aos TJs foram cumpridas e até as superadas, informa Simões, tanto em 2018 quanto em 2019. De acordo com o presidente, o TJAM está entre os tribunais mais eficientes do País, além de trabalhar, hoje, somente com processos digitais. Não há mais processos em papel no TJAM, afirma Simões.

O presidente do TJAM enfatizou a atenção especial que, em sua gestão, foi dada ao interior do Estado, e exemplificou com a reinauguração e inauguração, recentes, dos fóruns de Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva.

Por outro lado, Simões também disse que o Judiciário, hoje, não trata apenas da Justiça, mas se envolve com o social. Ele falou da necessidade de fazer parcerias com outros órgãos, universidades,  secretarias do Executivo, para cumprir essa parte das atribuições do poder.

 

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.