Siga o Portal do Holanda

Segurança

Ônibus podem ter câmeras de alta definição em 90 dias

Publicado

em

Ministério Público do Amazonas (MPAM), órgãos de segurança e ligados ao serviço de transporte de passageiros em ônibus coletivos de Manaus realizaram, na sexta-feira, dia 12, a quarta reunião de formulação do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que elenca dez medidas de combate aos assaltos cometidos dentro dos ônibus na capital, incluindo câmeras de alta definição.

Dez medidas contra os crimes

O TAC reúne 10 medidas que vão consolidar o Programa de Combate aos assaltos em coletivos de Manaus. Entre as medidas estão o georreferenciamento com localização dos coletivos, conexão entre levantamento de dados e a solução de problemas, treinamento do motorista, instalação de equipamentos de segurança, melhoria da iluminação em paradas de ônibus, criação de um mosaico de parceiros para atuarem em conjunto, aumento do patrulhamento para inibir a criminalidade, concentração dos casos num único órgão com estratégias de atuação, instalação de câmeras nos ônibus para captação e transmissão de imagens.

Os representantes do Sinetram e SMTU pediram 90 dias para adequar ao sistema de segurança às câmeras de alta definição e fazer o levantamento da tecnologia que vai receber as imagens transmitidas. Os prazos vão constar de um cronograma de cumprimento de objetivos sem que isso prorrogue a assinatura do TAC.

Mais iluminação e botão de emergência

Além das câmeras, a iluminação interna e externa dos coletivos deve ser ampliada como também deverá ser instalado um sistema de LEDs de alerta, para acionamento em caso de assaltos com um botão de emergência.

Para a Promotora de Justiça Sheyla Andrade (81a. Prodecon), o TAC que tem a coordenação de criação das obrigações pelas duas promotorias promove junto ao Ministério Público um compromisso para combater esse alto índice de violência dentro do transporte coletivo.

As reuniões estão sendo coordenadas pela 61ª Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial (Proceap), onde atua o Promotor de Justiça, João Gaspar e pela 81ª Promotoria de Defesa do Consumidor (Prodecon), da qual é titular a Promotora de Justiça Sheyla Andrade. Desde o mês de junho, representantes dos órgãos públicos já se reuniram pelo menos três vezes com o objetivo de reunir as ideias e sugestões práticas.

Você também poderá ser preso

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

HORA DO H: CAPITÃO ALBERTO NETO, DEPUTADO FEDERAL


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.