Siga o Portal do Holanda

Saúde no estado pode virar o caos

Mais de 290 médicos cubanos do Programa Mais Saúde devem deixar o Amazonas

Publicado

em

Foto: Givaldo Barbosa

Manaus/AM - A polêmica saída dos médicos cubanos que atuam no Programa Mais Médicos, pode dificultar ainda mais a vida de quem depende do sistema público de saúde no Amazonas.

Isso porque com a baixa, os amazonenses perdem 292 profissionais que trabalham em sua maioria, nos municípios do interior onde a situação da saúde é extremamente precária. Segundo o Ministério da Saúde, dos 467 médicos que trabalham pelo Programa, 62,5%  são cubanos. Em meio a discussões e dúvidas sobre o futuro da saúde no país, Bolsonaro afirma que a população não ficará sem os serviços e que as vagas liberadas serão preenchidas por profissionais brasileiros que serão selecionados através de edital.

O Ministério da Saúde confirma ainda a primeira seleção deve ocorrer ainda este mês e que a convocação será imediata.

A greve perto do fim, mas quem está resolvendo a 'bronca' não é o governador

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.



HORA do H ENTREVISTA: DRA. DENISE CORRÊA NUNES, MÉDICA PEDIATRA

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.