Siga o Portal do Holanda

Pesquisa

Renda dos mais pobres cai 20% em período pós-crise, diz FGV

Publicado

em

Levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), instituição ligada à Fundação Getulio Vargas (FGV), indica que a desigualdade relacionada à renda oriunda do trabalho está em alta, ao atingir 0,627 no índice de Gini, demonstra um dos mais altos níveis dessa desigualdade.

Conforme  o estudo, esse nível de desigualdade é o maior alcançado desde o ano de 2012, e se torna mais cristalina quando se observam as oscilações na renda dos 10% mais ricos e dos 40% mais pobres.

De acordo com o levantamento, a variação acumulada real da renda média entre os mais ricos (10% da população) e os mais pobres (40% da população) mostra que, no período pré-crise (até 2015), os mais ricos tiveram aumento real de 5% e os mais pobres, o dobro, 10%. Depois do pós-crise, a renda acumulada real dos mais ricos aumentou 3,3% e a dos mais pobres caiu mais de 20%. Observando-se toda a série histórica, desde 2012, a renda real acumulada dos mais ricos aumentou 8,5% e a dos mais pobres caiu 14%.

Servidores encaram governo do AM e resolvem parar o Estado

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.